quarta-feira, 4 de maio de 2011

Behaviorismo, Gestalt e Psicanálise - Conceito - Fundadores- Postulados

|| ||
Behaviorismo

Considera que o objetivo da Psicologia é o estudo do comportamento de um organismo em interação com o ambiente.


Fundadores: John Watson e Promotores: Edward Tolman, Edwin Guthrie, Clark L. Hull e B.F. Skinner.

John Watson criticava o estruturalismo e o funcionalismo se queixando sobre o fato de que os fatos da consciência não podiam ser testados e reproduzidos por todos os observadores treinados, pois dependiam das impressões e características de cada pessoa.


Watson sentiu que os psicólogos deviam estudar o comportamento observável e adotar métodos objetivos. Em 1912, nasceu o behaviorismo e dominou a psicologia americana por trinta anos.

Os psicólogos behavioristas estudavam os eventos ambientais (estímulos), o comportamento observável (respostas) e como a experiência influenciava o comportamento, as aptidões e os traços das pessoas mais do que a hereditariedade.

Frederick Skinner vai além do behaviorismo de Watson e com ele nasce o behaviorismo radical que também considera os eventos ambientais, o comportamento observável (ações do indivíduo), mas também considera os comportamentos internos ou privados (pensar, sentir, etc).

Postulados:

- Analisa o comportamento em si, e não alguma causa subjacente suposta.

- Todos os comportamentos, inclusive os inadequados, são adquiridos através de aprendizagem.

- Os princípios de aprendizagem podem ser extremamente eficazes na modificação do comportamento mal-adaptado.

- Trabalha-se a partir de objetivos específicos claramente definidos.

- Parte do pressuposto que o comportamento é multideterminado.

Gestalt

Considera que o objetivo da Psicologia é o estudo da experiência de um organismo total, com ênfase à percepção. A gestalt se ocupa da análise dos elementos essenciais que existem nos processos de organização que reúnem os elementos da experiência numa unidade complexa.


Fundadores: Max Wertheimer, Wolfgang Kohler e Kurt Kofka e Promotores: Kurt Lewin e Kurt Goldstein dentre outros.

A Psicologia da Gestalt pode ser também vista como a Psicologia da forma. Os gestaltistas estão preocupados em compreender quais os processos psicológicos envolvidos na ilusão de ótica, quando o estímulo físico é percebido pelo sujeito como uma forma diferente da que ele tem na realidade.

Max Wertheimer (1880-1943) fundou o movimento da Gestalt. “O todo é diferente da soma das partes”, este é o slogan do movimento da Gestalt. O que a pessoa é (o todo) são junções de várias características próprias dela (as partes).

Aos gestaltistas interessa muito saber sobre os significados que os seres humanos impõem aos objetos e acontecimentos de seu mundo, a percepção, a solução de problemas e o pensamento.

Psicanálise


Considera que o objetivo da Psicologia é o estudo da motivação humana, que em grande parte é inconsciente e deve ser estudada através dos sonhos, símbolos ou livre associações.

Fundador: Sigmund Freud e Promotores: Alfred Adler, Carl G. Jung, Otto Rank, Karen Horney, Erich Fromm dentre outros.

Para quem nunca estudou psicologia antes, é provável não ter ouvido falar de Watson, Skinner ou Max Wertheimer, entretanto, provavelmente já ouviu falar de Sigmund Freud (1856-1939), o médico vienense que se especializou no tratamento de problemas do sistema nervoso e em particular de desordens neuróticas.

Freud adotou a hipnose para ajudar as pessoas a reviverem as experiências traumáticas do passado que pareciam associadas com seus sintomas atuais. Entretanto, nem todos podiam atingir um estado de transe e a hipnose parecia resultar em curas temporárias, com o aparecimento posterior de novos sintomas. Freud então desenvolveu o método da associação livre no qual os pacientes deitavam num divã e eram encorajados a dizer o que quer que lhes viesse à mente (desejos, conflitos, temores, pensamentos e lembranças), sendo também convidados a relatar seus sonhos.

Freud tratava dos seus pacientes tentando trazer à consciência aquilo que estava inconsciente. Insistia que todos os detalhes se ajustam perfeitamente entre si. A personalidade é formada durante a primeira infância. A exploração das lembranças dos primeiros cinco anos de vida é essencial ao tratamento.

A psicanálise, como um método ou modelo terapêutico, com ênfase na psicopatologia, e tendo como principais instrumentos de trabalho a hipnose, a interpretação de sonhos (atividade simbólica) e a livre associação de palavras.

Pulsões ou instintos básicos: a) Eros: instinto de vida / erótico, relativo ao bem estar e b) Thanatos: instinto de morte / agressividade

Teoria da Personalidade: a) O modelo topográfico é dividido em consciente, pré-consciente e inconsciente e b) O modelo estrutural é dividido em Id, Ego e Superego.

Postulados:

- A vida psíquica é determinada

- O inconsciente desempenha um papel preponderante na determinação do comportamento do homem

- O impulso básico é sexual e tem seus alicerces na biologia do organismo

- As relações pais com as crianças pequenas explicam as neuroses

Teoria de Desenvolvimento: a) Oral Anal - Fálica - Latente - Genital


FONTE: Parte de um artigo encontrado doc na Net sem autoria ( uma pena!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...